Pesquisando...
26 março 2012

Textos soltos: quanto à digitalização e descrição de fotografias em ambiente digital


Planejamento é o ponto de partida. Um projeto para descrição de acervos fotográficos é um trabalho demorado e que exige planejamento, principalmente quando o universo a ser descrito compõem-se de um grande número de fotografias.

Planejamento mais voltado à prática: na escolha dos hardwares a serem utilizados; dos softwares (para a descrição das fotografias, para possível edição das mesmas, para obter o hash, para visualizar formatos não comuns de imagens, etc.); na criação de políticas de uso dos equipamentos e da rotina a ser seguida para o cumprimento das atividades.

Um planejamento mais teórico, quanto: à ordem dos fatos e acontecimentos a serem inseridos no contexto histórico das fotografias; à definição dos códigos de referência que serão utilizados; aos formatos de imagens que serão digitalizadas; às configurações da paleta de cores; aos tamanhos das fotografias e local de armazenamento (esse local será fixo ou temporário?).

A sugestão é que antes de iniciar o projeto, se redija um documento contendo todas essas estratégias que nortearão a execução das atividades até o final. Este documento será o guia do projeto e por isso deve conter todos os passos a serem seguidos e soluções para possíveis inconvenientes que ocorrerem. As estratégias definidas no planejamento devem ser pensadas a ocupar o mínimo de tempo possível para cada atividade, não deixando de lado os cuidados que se devem ter e a qualidade do trabalho que está sendo desenvolvido.

Há também que levar em conta um cuidado especial na hora de definir o padrão de termos (vocabulário controlado) a ser utilizado. Isto deve ser incluído no planejamento do projeto, antes de iniciar a descrição propriamente dita. O vocabulário controlado é usado para os termos que descrevem a imagem.
É importante, pois é através dele que a base de dados ficará livre de redundância e compacta. Há muitos casos em que a pesquisa feita pelo usuário retorna valores nulos por ter sido digitado um termo sinônimo do desejado, tanto pelo usuário quanto pelo descritor das fotografias. Esses desencontros de palavras resultam na insatisfação do usuário e na má reputação do motor de pesquisa do software. Em vista disso, esta etapa se configura como crucial para o desenvolvimento do projeto, e deve ser pensada por um grupo de pessoas.

 Dhion C. Hedlund
Em 26 março 2012

0 comentários:

Postar um comentário