Pesquisando...
16 fevereiro 2015

ICA-AtoM e Joomla: Acervo Digital do Arquivo Histórico Municipal de Santa Maria (AHSMS) on-line!



O Arquivo Histórico Municipal de Santa Maria (AHMSM)

Criado 1958, o Arquivo Histórico Municipal de Santa Maria (AHMSM) mantém sob sua custódia documentos que retratam a vida dos santa-marienses, eventos e fatos marcantes do passado. Por isso se constitui em um importante lugar de memória acerca da história santa-mariense.

Primeiro Trem noturno de Santa Maria - 1914
Atualmente o acervo do Arquivo conta com mais de 100 mil exemplares de jornais, e mais de 450 caixas de documentos da Prefeitura, do período de 1868 até 1975. O espaço também abriga a coleção completa do Instituto Histórico e Geográfico de SM, que encerrou as suas atividades em 1999, e que contêm livros e revistas sobre a história do RS e educação política. Além disso, ainda fazem parte do acervo do Arquivo mapas e plantas da cidade e coleção de revistas como as extintas O Cruzeiro e Manchete, e a Veja, ainda em circulação.

Desde que foi criado, o Arquivo Público já teve vários endereços. Antes do prédio atual, no Centro Integrado de Cultura Evadro Behr (Rua Appel, 900, atrás da Biblioteca Pública), o Arquivo estava instalado na Casa de Cultura, na Praça Saldanha Marinho. A sede atual conta com sala de pesquisa, cinco salsa de acervo e mini auditório. Estas conquistas contam com o apoio da Associação dos Amigos do Arquivo Histórico de Santa Maria, criada em 2010.

O Arquivo Público Municipal é coordenado pela Secretaria de Cultura do Município. O local fica aberto ao público de segunda a sexta, das 8h às 16h, sem fechar ao meio dia. Quem desejar pode fazer contato por e-mail, no endereço arquivohistorico@santamaria.rs.gov.br.

Os projetos

Com o objetivo de facilitar o acesso ao acervo da instituição, em 2012 ocorreu o laçamento de dois Projetos para a Descrição, Digitalização e Difusão do acervo do Arquivo. O trabalho foi realizado através de uma parceria do município com o Curso de Mestrado em Patrimônio Cultural da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Praça Saldanha Marinho - Data desconhecida
O trabalho foi realizado pelos mestrandos Dhion C. Hedlund e Janilton Fernandes Nunes. Os primeiros conjuntos documentais trabalhados foram os processos-crime da Comarca de Santa Maria, do período de 1910 a 1946, e parte do acervo de fotografias do Arquivo Histórico.

Foram cerca de 1600 processos, além de quase 700 fotografias de praças, avenidas e eventos que retratam a história da cidade, desde 1890. A ideia é de que o trabalho tenha continuidade com a digitalização e descrição de outros conjuntos documentais, como a documentação da Prefeitura Municipal de Santa Maria, desde 1868, que está armazenada no local.

As duas pesquisas realizadas em 2012 e finalizadas em 2014, tiveram como um de seus produtos, um instrumento de pesquisa eletrônico disponível na internet. As duas pesquisas que deram origem à esta base de dados on-line são:

Pesquisa intitulada: O PATRIMÔNIO FOTOGRÁFICO DE SANTA MARIA EM AMBIENTE DIGITAL. (Dissertação de Mestrado). Autor: Dhion Carlos Hedlund. Orientador: Prof. Dr. Daniel Flores.
Pesquisa intitulada: FUNDO COMARCA DE SANTA MARIA 1910 - 1946: A DIGITALIZAÇÃO COMO AUXÍLIO AO ACESSO E A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO DOCUMENTAL". (Dissertação de Mestrado). Autor: Janilton Fernandes Nunes. Orientador: Prof. Dr. André Zanki Cordenonsi.

Em primeiro momento são disponibilizados nesta ferramenta on-line, os representantes digitais e sua respectiva descrição, dos documentos pertencentes aos dois fundos documentais: Fundo: Processos Crime da Comarca de Santa Maria (1910 – 1946); e Fundo: Acervo Fotográfico de Santa Maria (1890 –2000).

Outra vertente deste processo de acessibilidade do arquivo é a elaboração do website, um canal de entrada para esta base de dados e, através do qual o AHMSM pretende divulgar o conteúdo de seu acervo e serviços.

Informações técnicas

O sistema utilizado para a elaboração deste instrumento de pesquisa on-line é o ICA-AtoM, o qual é distribuído sob a política de Software Livre e customizado no âmbito do projeto de digitalização do acervo.

O ICA-AtoM é um aplicativo de descrição arquivística integralmente voltado para web, encomendado pelo Conselho Internacional de Arquivos (CIA) e abrange normas internacionais de descrição arquivística. AtoM é um acrônimo para Access to Memory [Acesso à Memória].

Rua Venâncio Aires - 1914
Inicialmente, o software opera sob a versão 1.3. Os conteúdos das descrições arquivísticas estão no idioma pt-BR.

Dentre outras funcionalidades, é possível navegar entre as descrições arquivísticas das fotografias e seus assuntos, através de um menu do estilo "treeview" o qual representa a estrutura hierárquica dos nível de descrição. O sistema possui mecanismos de busca simples e avançada.

Também é possível visualizar em tamanhos pequenos, médios e grandes os representantes digitais dos documentos digitalizados. Além disso, é possível gerar catálogos para impressão (com miniaturas dos documentos) a partir da descrição arquivística em qualquer nível. Basta clicar no ícone “Relatórios” ao lado do título da descrição.

Veja a documentação para saber mais como utilizar o software ICA-AtoM.

O site institucional do AHMSM também foi criado no âmbito destes projetos pelos pesquisadores, onde foi utilizado o CMS Joomla. O Joomla é um dos principais construtores de sites da atualidade, distribuído sob a política de software livre assim como o ICA-AtoM, e possui muitas funcionalidades avançadas para o gerenciamento de conteúdo dos websites.

Joomla - O site localiza-se no endereço virtual


ICA-AtoM - O instrumento eletrônico de pesquisa localiza-se no endereço virtual




Agradecimentos

Um agradecimento especial se faz necessário às seguintes pessoas que colaboraram diretamente na realização desses dois projetos (em ordem alfabética):

André Zanki Cordenonsi (pela orientação de seu acadêmico na realização das atividades no âmbito de sua pesquisa);
Carlos Blaya Perez (pela configuração da câmera digital profissional utilizada no equipamento de captura digital dos documentos);
Daniel Flores (pela orientação de seu acadêmico na realização das atividades no âmbito de sua pesquisa);
Daniéli Xavier Calil: (atuou com ênfase nos processos burocráticos para aquisição do espaço virtual no servidor de hospedagens de sites da Prefeitura Municipal; na disponibilização de materiais do AHMSM necessários à realização do projeto; na revisão do design e classificação informacional do site institucional do Arquivo Histórico; na revisão das descrições arquivísticas inseridas no ICA-AtoM;)
Dhion Carlos Hedlund (atuou com ênfase na instalação, configuração e personalização do software ICA-AtoM; na estrutura técnica e programação do site institucional do Arquivo Histórico; na revisão, elaboração e inserção das informações da descrição arquivística do acervo fotográfico no ICA-AtoM, no auxílio aos colegas para a utilização do software ICA-AtoM, na higienização e digitalização das fotografias selecionadas para a pesquisa);
Iara Druzian (pelo apoio à realização dos projetos, o que facilitou a relação do Arquivo Histórico com o Centro de Processamento de Dados da Prefeitura Municipal);
Janilton Fernandes Nunes (atuou com ênfase nos processos burocráticos para aquisição do espaço virtual no servidor de hospedagens de sites da Prefeitura Municipal; na montagem e instalação do equipamento de digitalização, na revisão do design do site institucional do Arquivo Histórico; na revisão, elaboração e inserção das informações da descrição arquivística do acervo de processos crime no ICA-AtoM; na higienização e digitalização dos processos crime pertencentes ao Fundo Documental Comarca de Santa Maria);
Rosa Maria Linhati (na higienização e digitalização dos processos crime do Fundo Documental Comarca de Santa Maria).


--
/Dhion C. Hedlund
Em 16 fevereiro 2015

0 comentários:

Postar um comentário