Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Oficina "A aplicação do ICA-AtoM na descrição e difusão arquivística - Instalação, configuração e funcionalidades"

Conheça o Archivematica

O Archivematica é um software, distribuído na política de software livre, sob a licença AGPL3. O código-fonte está disponível na internet1 e toda a documentação referente à ele se encontra sob a licença Creative Commons2.

Foi desenvolvido pela empresa canadense Artefactual Systems, tendo a colaboração de algumas instituições e projetos: da UNESCO, por meio do Memory of the World's - Subcommittee on Technology; do Arquivo Municipal da cidade de Vancouver – Canadá; da Biblioteca da Universidade de British Columbia - Canadá; do Arquivo Central de Rockefeller - Canadá; do Arquivo da Universidade Simon Fraser University - Canadá, de outros colaboradores.

O Archivematica tem o objetivo de armazenar a documentação em formato digital de acordo com os padrões exigidos em relação à preservação arquivística, visando torná-la acessível a longo prazo. Sua estrutura e funcionamento seguem o padrão ISO-OAIS.

É acessado via navegador web. Trabalha com padrões de metadados como a Dublin Core3, ME…

Preservação Digital DGARQ

Vídeo sobre a importância da preservação digital. A Direção geral de Arquivos procura sensibilizar a comunidade da importância desta temática.
Produção: Direção Geral de Arquivos + Garden Films




Design em aplicações Access - Parte 01

Escrito por Gilberto Mendes
"Além de do Access, outra de minhas paixões é o Marketing como uma forma de pensamento estratégico. E entre as minhas leituras me deparo com algumas tendências. E uma delas é o design. Arriscando uma definição particular, o design em uma aplicação Access é o esforço de tornar a aplicação intuitiva, prática e visualmente coerente.

Design é muito mais técnica do que arte. São regras e teorias (como a teoria das cores) e estudos (como o movimento dos olhos para a leitura de uma página) que geralmente são aplicados em páginas web, mas que podem ser adaptados para o Access (e no fim das contas para o VB, Delphi e outras aplicações Windows) com facilidade.

Porque é tão comum termos aplicações “feias” no Access?
Não sei exatamente o motivo, mas a maioria das aplicações que vejo em Access são muito ruins em termos de navegação e estética. Mas tenho algumas teorias:
Falta de uma formação que enfoque o design – a maioria dos desenvolvedores Access sã…